Rio de Janeiro é uma das 100 cidades selecionadas pela Bloomberg para participar do “City Data Alliance”‍

Judite Cypreste

14

de

July

de

2022

Apoio internacional vai ajudar a desenvolver métodos nos quais os dados impulsionarão políticas públicas

O Rio de Janeiro é uma das 100 cidades escolhidas pela Bloomberg para participar do “City Data Alliance”, programa que durante três anos vai ajudar cidades das Américas a desenvolver um novo modelo de excelência para o uso de dados na gestão municipal. O objetivo é que o trabalho unificado das informações impacte nos serviços públicos e ajude a melhorar a vida dos moradores. 

O Rio de Janeiro está no primeiro grupo de 22 cidades selecionadas de sete países. Isso porque foi a primeira cidade brasileira a criar um Escritório de Dados ligado a uma prefeitura. Do Brasil, apenas Fortaleza está na lista das primeiras escolhidas.  Buenos Aires (Argentina), Guadalajara (México) e Kitchener (Canadá) são outros exemplos de cidades escolhidas pelo grupo norte-americano. 

A Bloomberg vai oferecer aos prefeitos de cada cidade educação executiva e treinamento especializado para desenvolver suas habilidades de liderança com base no uso de dados. Posteriormente, as equipes de gestão de cada cidade receberão capacitação para avançar na utilização de informações na gestão municipal.

“É uma oportunidade de aprimorarmos nosso trabalho no Escritório de Dados e entender como outras cidades estão fazendo isso em suas gestões. É uma troca muito valiosa de conhecimento”, disse João Carabetta, chefe executivo de dados da Prefeitura do Rio.