Datalake das Escolas

Caio Jacintho, Gabriele Roza, Ramon Carnaval

01

de

February

de

2022

Envolvidos

Escritório de Dados e Secretaria Municipal de Educação

Contexto

Para que as políticas públicas sejam formuladas a partir de evidências e sejam colocadas em prática, é necessário que os dados institucionais sejam organizados e estruturados de forma adequada. Isto não requer apenas um simples sistema, é preciso de uma infraestrutura apropriada para armazenamento e processamento de dados, devido ao alto volume de informações. 


Muitas bases de dados da Prefeitura do Rio são armazenadas em servidores físicos que necessitam de um custo operacional maior para o funcionamento. Além disso, devido a uma cultura de dados ainda embrionária na Prefeitura, existe uma dificuldade em acessar dados dos órgãos municipais.


O Datalake das Escolas nasce como solução para facilitar o acesso aos dados para a SME. O projeto permitirá o compartilhamento e integração com plataformas diversas que vão ajudar a desafogar os servidores e a proporcionar maior capacidade de armazenamento, leitura e processamento. Assim, a SME ampliará sua cultura de dados e a autonomia em trabalhar projetos e iniciativas a partir de evidências.


Necessidade

Organizar e documentar os dados dos sistemas da SME, fomentar políticas públicas educacionais a partir da análise de dados, visando melhoria contínua dos processos e ações, estipular métricas tangíveis e, sobretudo, garantir maior transparência de informações do órgão.

Solução 

Criar um datalake no ambiente do Google Cloud para salvar réplica dos dados e estruturar o datalake no BigQuery, criar pipelines de extração e transformação dos dados dos sistemas para o BigQuery e formar usuários finais e gestores do data lake.


Dados

  • Aluno
  • Turma
  • Dependência
  • Escola
  • Movimentação
  • Frequência
  • Conselho de Classe


Tecnologia

Infraestrutura na nuvem e ferramentas de BI.